Inicio2019-04-02T16:22:08+00:00

Chá de Hibisco Emagrece – Como Fazer e Benefícios

O hibisco é uma planta muito procurada pelos benefícios que proporcionam ao organismo. O chá de hibisco ajuda a emagrecer, controlar hipertensão arterial e diversos outros, devido às suas propriedades antioxidantes, anti-inflamatória, etc.

Saiba para que serve o chá de hibisco, como preparar, benefícios, contra indicações e efeitos colaterais. Conheça também o hibisco em cápsulas, uma opção que ajuda no consumo da quantidade diária ideal.

O que é chá de hibisco?

O chá de hibisco é uma infusão feita com a parte de cálice da flor de Jamaica, também chamada de Hibiscus ou Hibiscus Sabdariff. Tornou-se o mais novo aliado daqueles que desejam perder peso, devido às suas propriedades capazes de potencializar os resultados de uma dieta bem equilibrada e associada a exercícios físicos regulares, além de reduzir a gordura abdominal e dos quadris, devido à sua ação diurética.

O chá de hibisco também tem um sabor mais agradável que os de chá preto e chá verde, já que tem um toque de framboesa. A flor de hibisco usada para preparar o chá não é a flor ornamental vista em jardins e vasos. Certifique-se de que, no momento da compra, verificou o nome científico da planta no rótulo.

Para que os benefícios do chá de hibisco sejam concedidos, você deve saber como prepará-lo corretamente, para não perder suas propriedades mais importantes. Além disso, é preciso consumir a quantidade ideal para obter bons resultados, nesse caso, o hibisco em cápsulas pode ser essencial.

É possível usar o chá de hibisco para emagrecer, como ação anti-inflamatória, desintoxicante e outras que mencionaremos mais adiante.

Para que serve o chá de hibisco?

chá de hibisco é usado para tratar várias doenças e enfermidades. Suas propriedades medicinais incluem, entre outras:

  • Efeitos antioxidantes
  • Proteção da saúde do coração
  • Estimulação do apetite
  • Defesa contra resfriados e gripes
  • Alívio para problemas do trato respiratório
  • Efeitos anti-inflamatórios
  • Regulação da pressão arterial
  • Desinflamação ao nível do sistema digestivo
  • Emagrecimento.

Chá de hibisco emagrece?

O hibisco emagrece, uma vez que, seus benefícios também incluem reduzir o acúmulo de gordura, o que evita a constipação; ajuda a perder peso e combate os altos níveis de glicose e colesterol.

O poder antioxidante do hibisco previne o surgimento de doenças e seu efeito diurético aumenta a urina, reduzindo a retenção de líquidos. A flor de hibisco é rica em antioxidantes, que neutralizam a ação de organismos que oxidam células e contribuem para o surgimento de doenças. Suas propriedades digestivas também facilitam o trânsito intestinal, evitando a constipação.

Como Fazer chá de hibisco?

cha de hibisco como fazer

A maneira correta de como fazer chá de hibisco, sem correr o risco de perder suas propriedades, é através da infusão dos cálices do botão seco da flor. Prefira consumir o produto em folhas secas, ao invés das versões industriais. A dica é que também podemos optar pelas cápsulas de hibisco que estão disponíveis em lojas de produtos naturais online.

Selecionamos duas receitas que são totalmente eficazes, a do chá feito com canela e feito com gengibre e limão. Confira:

Chá de hibisco com gengibre e limão

Ingredientes:

  • 1 colher de flores secas de hibisco.
  • 1 colher de sopa de erva-mate (opcional).
  • 1 pedaço de gengibre
  • 1/2 limão

Modo de preparação:

Fervemos o gengibre ralado por 8 minutos em 250 ml de água filtrada. Após esse tempo, desligue o fogo e coloque o hibisco com a erva-mate, se tivermos, cobrindo a infusão com uma tampa.

Deixe a infusão coberta por aproximadamente 5 minutos. Na hora de tomá-lo, esprema meio limão.

É um pouco amargo, se desejar, o chá de hibisco pode ser adoçado com mel ou xarope de agave ou algum outro adoçante natural.

Chá de hibisco com canela

Ingredientes:cha de hibisco emagrece

  • 1 xícara de água filtrada
  • 2 colheres de hibisco.
  • 1 unidade de pau de canela.

Modo de preparação:

Ferva a água. Em um copo coloque as folhas secas de hibisco e canela em pau. Em seguida, cubra o recipiente com uma tampa, deixe por 5 minutos para infundir e coar.

Chá de hibisco Faz mal?

É comum surgir a seguinte dúvida: chá de hibisco faz mal?

O Chá de hibisco é muito conhecido pelas suas propriedades benéficas à saúde, mas, em alguns casos, não é indicado, como mencionaremos no decorrer do artigo. Portanto, não ignore a busca por aconselhamento de um profissional de saúde qualificado antes de iniciar, suspender ou alterar qualquer tipo de tratamento para tomar o chá de hibisco.

15 Benefícios do Chá de Hibisco

1. Previne a Hipertensão Arterial

Fazer o chá de hibisco e incluí-lo em sua dieta ajuda a evitar o pico de hipertensão arterial. A bebida ocasiona a ação diurética que controla o balanço de potássio e sódio na corrente sanguínea.

Muitas pessoas necessitam de medicações para controlar a pressão, mas o tratamento natural também é eficaz. Basta tomar o chá de hibisco por 2 a 3 semanas, e um total de 3 xícaras ao dia.

Porém, é importante consultar um médico e não substituir as medicações pela bebida sem orientações.

2. Reduz o Colesterol

Um dos maiores problemas de saúde da atualidade é o colesterol alto. O mesmo ocorre devido o alto consumo de gordura ruim (LDL) encontrada em alimentos industrializados, frituras e outros. Fator que gera o risco de adquirir doenças cardiovasculares.

Para reduzir o colesterol ruim é preciso aderir a mudanças nos hábitos alimentares e estilo de vida, incluindo medicações específicas e produtos naturais como o chá de hibisco. Pois, o mesmo ajuda a diminuir os níveis de lipídeos no sangue, o que é importante também para pessoas com diabete.

As antocianinas presentes na pigmentação da planta são um poderoso antioxidante, que justifica o efeito do hibisco em problemas de saúde como o colesterol alto.

3. Reduzir a Glicose na Diabete II

O hibisco é conhecido por ajudar a controlar os níveis de glicose na corrente sanguínea. Em estudos, fora descoberto que a ação da planta medicinal hibuscus, melhora a função renal que é uma das partes mais afetadas em pessoas portadoras da doença.

Realizar o tratamento com o chá de hibisco melhora as membranas de células renais (afetadas por altos níveis de glicose).

4. Melhora a função hepática

As propriedades desintoxicantes do chá de hibisco beneficiam a saúde do fígado, graças às suas antocianinas, sendo protetor e aliado no tratamento para doenças no órgão.

Uma vez que, o hibisco ajuda a prender os radicais livres responsáveis pelos danos às células, ação essa, principal em quaisquer antioxidantes.

5. Analgésico para tratamento de cólicas menstruais

Toda mulher sabe que o chá quente ajuda nesses casos, mas o chá de hibisco tem efeitos especiais, pois ele regula o nível de estrogênio que cai de forma abrupta quando estão no período menstrual.

Por esse motivo, ele é muito útil no tratamento da cólica e até mesmo doenças como depressão, estresse e até mau humor.

6. Antidepressivo Natural

Pelo efeito que causa nos níveis de estrogênio, o chá de hibisco também pode ser usado para o tratamento de casos depressivos em mulheres.

O seu efeito tem sido estudado em mulheres que possuem depressão pós-parto e fora observado que proporciona efeitos ansiolíticos, sem ser um fitoterápico sedativo como as medicações utilizadas em tratamento para doença. O que é um fator positivo, uma vez que podemos controlar os sintomas de doenças com produtos naturais.

7. Ideal para melhorar a digestão

O chá quando ainda está quente estimula a correta função do intestino e da digestão. Pois, suas propriedades, assim como ajudam a diminuir o colesterol, estimulam a eliminação de gordura através das fezes.

8. Ajuda no emagrecimento

Como mencionado, o chá de hibisco emagrece e ajuda a diminuir o colesterol, melhora nossa atividade intestinal, atua na redução da absorção de gordura, além de ser diurético. Estes efeitos proporcionam um fator positivo no controle de peso e emagrecimento.hibisco beneficios

Estudos comprovaram que o chá de hibisco contribui para inibição na formação dos adipócitos (células de gordura), responsáveis pela gordura localizada no abdômen.

9. Refrescante com Efeito Diurético

Já ouviu falar em sorvete de hibisco? O sorvete de hibisco é consumido em alguns países e é comum encontrá-lo à venda em restaurantes, lanchonetes e até bancas de rua. Isto acontece porque a planta tem efeito importante na regulação da hidratação.

Seu efeito diurético faz com que muitas pessoas procurem pela planta em suas diversas formas e incluam em suas receitas, para eliminar as toxinas do organismo.

10. Efeito Antienvelhecimento

É comum o uso de cremes facial anti-envelhecimento, mas há produtos naturais, assim como o chá, com essas propriedades.

Os antioxidantes presentes no hibisco são ricos em antocianinas e flavonoides que ajudam a evitar e diminuir as marcas de expressão na pele.

11. Vitamina C para Saúde do Sistema Imunológico

Todos sabem que a vitamina C é essencial para ter um bom sistema imunológico. O chá de hibisco nos oferece boas quantidades dessa vitamina, tomá-lo nas estações de outono e inverno ajuda na proteção contra doenças virais.

12. Ideal para evitar resfriados

Uma das principais vantagens do chá de hibisco é a proteção contra as doenças de estações, como os resfriados no inverno. A bebida é requintada, pode ser consumida gelada, adoçada com mel e gotas de limão para ficar com um sabor mais agradável.

13. Serve como laxante

Pessoas que sofrem de constipação podem consumir o chá de hibisco, pois o mesmo proporciona um efeito laxante. Como mencionado, ajuda a melhorar a o funcionamento do intestino e eliminar gordura através das fezes.

14. Ajuda na prevenção do Câncer

Os agentes causadores dos tumores são os oxidantes (radicais livres) formados por toxinas em nosso organismo, radiação e outros.

Devido aos polifenóis, flavonoides e antocianinas (antioxidantes) presentes as propriedades dos hibiscos, acredita-se que a planta medicinal pode auxiliar na luta para prevenção da doença.

15. Possui propriedades antibacterianas

Os hibiscos são um agente essencial contra as perigosas bactérias conhecidas como: Escherichia coli e Staphylococcus (responsáveis ​​por gastroenterites e infecções de pele). Existem estudos em que consideram a utilização da planta para conservar alimentos, a fim de evitar contaminação por essas bactérias.

Consumir o chá de hibisco ajuda a controlar e se prevenir de doenças relacionadas a essas bactérias.

Contraindicações do chá de hibisco

Embora o chá de hibisco seja conhecido como uma bebida medicinal natural, existem alguns possíveis efeitos colaterais. Estes se aplicam se você beber esta infusão em excesso.

O chá de hibisco tem um efeito sobre o estrogênio, diminuindo o seu nível, o que pode afetar a eficácia do tratamento hormonal na menopausa. Além disso, se você estiver usando um contraceptivo ou sistema de controle de natalidade que usa estrogênio, sua eficácia pode ser diminuída.

Este mesmo efeito no estrogênio pode afetar a capacidade reprodutiva feminina. Se você estiver fazendo algum tratamento para engravidar, é melhor parar de beber chá de hibisco a fim de evitar interações.

Outro efeito colateral se você beber o chá de hibisco em excesso é a diminuição da pressão arterial abaixo dos valores normais, especialmente se você sofre de hipotensão. Além do efeito diurético, o chá produziria a expansão dos vasos sanguíneos. Portanto, se você sofre de pressão baixa, melhor não beber muito chá de hibisco.

Finalmente, descobriu-se que o chá de hibisco interage com alguns medicamentos usados ​​na quimioterapia do câncer. Se você está nesta fase de tratamento, melhor suspender o chá de hibisco e de bebidas que contenham o ingrediente em sua composição.

Efeitos colaterais chá de hibisco

  • Pressão arterial
    Como mencionado anteriormente, o chá de hibisco funciona como um hipotensor natural, caso a pessoa tenha pressão baixa, os valores de referência podem ficar ainda menores causando danos à saúde. Portanto, consulte um profissional da saúde e evite o consumo se tiver hipotensão arterial.
  • Consciência alterada
    O chá de hibisco pode, em algumas pessoas, produzir um efeito alucinógeno ou causar uma sensação semelhante à intoxicação. Se nunca consumiu chá de hibisco, não o tente pela primeira vez em situações nas quais você tenha que dirigir, trabalhar, fazer atividades que exigem força e outra, pois pode contribuir para uma situação perigosa e efeitos indesejáveis.
  • Problemas com estrogênio
    Pessoas com baixos níveis de estrogênio, aqueles em terapia de reposição hormonal ou que estão usando pílulas anticoncepcionais não devem beber chá de hibisco, como já mencionado. Pois, o mesmo afeta o processo e pode trazer prejuízos, principalmente em casos de infertilidade.
  • Problemas na gravidez ou lactação
    Não é recomendado tomar o chá de hibisco durante a gravidez ou lactação, uma vez que os potenciais efeitos colaterais no bebê ou feto não são claros. Além disso, há evidências que sugerem que consumir grandes quantidades de chá de hibisco com o tempo pode levar à infertilidade.

Hibisco em cápsulas

Podemos encontrar no mercado hibisco em cápsulas que nos ajuda a ingerir a quantidade diária ideal.

Como tomar em cápsula

A dose ideal é de 500 MG a 1000 MG por dia. Há disponível no mercado, hibisco em cápsulas 1% (1000 MG) e 2% (500 MG).

Portanto, devemos tomar de 1 a 2 cápsulas por dia de acordo com a porcentagem das cápsulas. Desse modo, conseguimos garantir bons resultados, como exemplo, perder peso rápido.

Não ultrapasse a dosagem máxima recomendada (1000 MG), pois ela pode ser tóxica se muito elevada. Por mais que os riscos oferecidos pelo hibisco em cápsulas sejam baixos, procure aconselhamento de um fitoterapeuta se o seu objetivo é usar o hibisco para emagrecer.

Contraindicações do Hibisco em Cápsulas

Pacientes em tratamento de câncer, com doenças cardiovasculares, lactantes ou gestantes.

Efeitos colaterais do Hibisco em Cápsulas

Os efeitos colaterais do hibisco em cápsulas podem ser: náuseas, diarréia e mal estar na região do intestino. Evite consumir mais que 2 gramas por dia.

Como perder gordura abdominal Rapidamente

Para emagrecer é preciso mudar os hábitos alimentares e aderir a uma rotina de exercícios físicos, algo que não é novidade, mas além de baixar o peso fica a dúvida de como perder gordura abdominal, pois mesmo com alguns quilos a menos é comum ter gordura localizada na região.

Você deseja saber como perder gordura abdominal e não precisar se preocupar com as dobrinhas na barriga? Confira as dicas que mencionamos aqui neste artigo para ajudar-lhe a ter o abdome que sempre sonhou!

Antes de iniciar as dicas de como perder gordura abdominal, vamos falar um pouco sobre o que é a mesma, para estarmos cientes do por que ela pode ser prejudicial, afinal, não é apenas uma questão de estética.

O que é gordura abdominal?

A gordura abdominal, a qual está localizada sob os músculos abdominais, envolvendo as vísceras e dificultando seu funcionamento. Ocorre mais em homens do que em mulheres (embora, tenha aquela temida “pochete”) e também é conhecido como gordura visceral. Ela difere da gordura subcutânea por estar localizada logo abaixo da pele, enquanto a abdominal, como notamos, está abaixo do abdômen.

Perder gordura abdominal é o mais difícil quando consideramos a necessidade de emagrecer. Não há soluções mágicas para acabar com isso e a única coisa que podemos começar é um plano em que nutrição e exercício se unem para acabar com o problema.

É importante saber que o treinamento abdominal, historicamente associado a uma barriga lisa, não nos levará a perder gordura no abdominal, por isso não devemos nos concentrar neles, uma vez que são indicados para fortalecimento muscular da região e não perda de gordura.

É possível perder gordura abdominal rapidamente?

Aderir a uma dieta saudável e exercício irá ajudar a eliminar a gordura corporal. É provável que a gordura localizada na área do abdome seja a última a ser eliminada, o que nos fará sentir frustração em algum momento do processo, mas não devemos desistir de nossos objetivos, temos que ter paciência.

Perder gordura abdominal será possível quando nosso balanço calórico for negativo, ou seja, quando gastarmos mais calorias do que consumimos, nessa parte que entram os exercícios físicos, como exemplo, aeróbicos.

É possível perder gordura abdominal com uma dieta saudável, na qual não há lugar para gorduras saturadas e com a ajuda de exercícios, mas não localizadas no abdômen: fazer muitas abdominais não ajudará a perder gordura abdominal. Mas então, como perder barriga rápido com saúde?

Dicas importantes para perder gordura abdominal

Evite o estresse

O cortisol faz com que você se sinta ansioso e com fome o tempo todo. A maior parte da gordura que você poderia ganhar comendo demais seria a gordura que se acumularia em sua barriga, porque a maioria dos receptores de cortisol está localizada na área do abdômen.

Continue em movimento: não é preciso ser um cientista para conhecer os benefícios do esporte causado nas emoções do corpo do ser humano, a sensação de bem estar e relaxamento é um dos maiores benefícios que o mesmo proporciona, além é claro de perder peso.

Sua dieta deve conter poucos carboidratos

Estes geralmente distendem o abdômen, como batatas, macarrão, pão, arroz, entre outros. Substitua-os por frutas, vegetais, tubérculos, integrais. Elimine gordura, frituras, doces, refrigerantes e álcool da sua dieta diária.

Não pule o café da manhã

Isso diminui o metabolismo e dificulta a perder gordura abdominal. Comece o dia com um copo de água morna com limão. Coma aveia sem açúcar e frutas vermelhas, por exemplo. A aveia é rica em fibras e produz saciedade por várias horas. Além disso, ajuda a perder a gordura da barriga, a não ser que você segue uma dieta específica, como o jejum intermitente.

Pare de comer alimentos ricos em gorduras, açúcares, álcool e alimentos processados

Essa é a primeira regra para perder gordura abdominal. Comece a consumir frutas e verduras, carnes magras e alimentos orgânicos, para ter certeza de que você está em uma dieta de qualidade e com baixo teor de gordura.

Não significa que vai deixar de consumir esses alimentos para sempre, mas fique ao menos durante 6 dias na semana sem consumi-los e quando der vontade substitua o chocolate comum pela versão amarga e com pouco açúcar.

Você pode se recompensar pela semana de dieta, mas não exagere, pois perder gordura abdominal depende muito de sua dedicação e compromisso com os hábitos saudáveis.

Como perder gordura abdominal Rapidamente com Alimentação

como perder gordura abdominal rapidamente

Perdendo a gordura da barriga

A gordura abdominal, como mencionado anteriormente, vem dos alimentos ricos em gorduras saturadas, alto consumo de carboidratos e outros. As gorduras fornecem o dobro de calorias que as proteínas ou carboidratos, então você tem que controlar a ingestão.

É muito importante controlar a dieta em relação aos produtos altamente calóricos, como fast-food: hambúrgueres, salsichas, molhos, batatas fritas, entre outros. Todos estes alimentos nos enchem de calorias vazias que rapidamente se tornam gordura abdominal.

Para conseguir uma dieta saudável que nos ajude a perder gordura abdominal, é preciso se atentar as seguintes dicas alimentares:

Consumir fibra ajuda a secar abdômen

Os cereais matinais, por exemplo, contêm muito açúcar, por isso devemos substituí-los por grãos integrais. Também são excelentes os vegetais não-amiláceos , aveia, quinoa, frutas e nozes, como amêndoas. Há estudos que associam fibra com redução de até 4% da gordura visceral.

Portanto, incluir em suas refeições alimentos ricos em fibras pode ser muito benéfico.

Consuma leguminosos

Os leguminosos são ricos em fibras, potássio e magnésio. Eles são muito bons para incluí-los em nossa dieta porque ajudam a melhorar a absorção dos nutrientes presentes na comida e, além disso, nos dão a sensação de estar saciados por mais tempo.

Podemos incluir na dieta as folhas verdes e cruas em um suco detox, que fornecem vitaminas, minerais e antioxidantes que são perdidos no cozimento, ou crucíferos, como brócolis ou couve-flor, que são muito adequados para queimar gordura abdominal.

Adicione abacates à dieta

O abacate é rico em fibras e ácido oleico, é também um alimento satisfatório , por isso vai muito bem nas saladas, guarnições, pratos e outros. Além disso, o mesmo possui gorduras boas que são essenciais em qualquer dieta. Só é preciso tomar cuidado com a quantidade ingerida, pois é um alimento calórico.

Iogurtes

O iogurte tem cálcio e vitamina D que, além de ativar o metabolismo, reduz a criação de novos depósitos de gordura abdominal. Também é rico em probióticos, que fornecem energia, e o ácido pentadecanóico, presente apenas em laticínios, que é muito bom no combate à gordura abdominal.

Elimina gorduras saturadas

Os doces e produtos industriais devem ser retirados de sua dieta e quando consumidos devem ser em pequenas quantias. O mesmo acontece com salsichas, embutidos e patês: eles fornecem muitas calorias e não devem fazer parte da nossa dieta diária.

Chá para emagrecer mais rápido

Com certeza você já deve ter ouvido falar sobre “chá para emagrecer”, mas devemos estar cientes que não é uma fórmula mágica, porém, contribui no processo para perder gordura abdominal. Especialmente, o chá verde, uma vez que é rico em antioxidantes e estimula a queima da gordura que é armazenada no corpo.

Controle as refeições

É comum fazer poucas refeições (café, almoço e janta) e consumir besteiras entre elas, o que ajuda a aumentar a sensação de fome, o momento em que saímos do controle e comemos tudo o que desejamos. Isso é errado para quem deseja perder gordura abdominal.

Faça ao menos 5 refeições por dia, entre elas consuma frutas e vegetais, iogurte desnatado e sem açúcar, entre outros, se estiver com fome.

Diga sim às maçãs

Os carboidratos da maça não são armazenados como gordura, mas elas ajudam a gerar energia, tornando-se uma das frutas mais saudáveis e mais adequadas para perder gordura abdominal, uma vez que, além disso, promovem a saciedade.

Descanso

Não é um conselho nutricional, mas é tão importante quanto comer bem. Há estudos que mostram que as pessoas que dormem 8 horas todos os dias da semana têm níveis mais baixos de gordura corporal do que aquelas que têm horários mais caóticos. Portanto, evite dormir menos que 6 horas por dia.

Exercite-se para queimar gordura

A gordura abdominal é eliminada quando há um déficit calórico, ou seja, quando mais calorias são gastas do que ingeridas. Para ajudar a queimar calorias e perder gordura abdominal, precisamos nos exercitar porque o estilo de vida sedentário é o grande inimigo para a barriga reta.

Uma combinação muito eficaz para perder gordura abdominal é fazer exercícios cardiovasculares, como correr, nadar, dançar ou andar de bicicleta, e também exercícios com pesos.

Exercícios de alta intensidade, conhecidos como exercícios HIIT, também são recomendados: agachamentos, burpes, flexões ou elevadores de quadril são ideais para queimar gordura abdominal.

Uma última idéia para fazer exercícios que ajudam a queimar a gordura abdominal é andar em um declive: aquela intensidade que você tem que dar ao exercício irá ajudá-lo a queimar calorias mais rapidamente.